×
NOTÍCIAS
Atenção a fios elétricos e cabos é importante para segurança e economia
09/09/2019
IPEM realiza operação para verificar resistência elétrica em parceria com a Delegacia do Consumidor

Há seis anos, o piloto Alípio Manhães mudou-se com a família para um novo apartamento em Cuiabá. Mas antes da mudança, decidiu fazer uma reforma que incluiu a troca total da fiação elétrica e dos disjuntores. "Optamos por fios mais grossos e disjuntores próprios em eletrodomésticos que tem uso frequente. O investimento foi válido, porque hoje em dia pagamos cerca de R$ 200 a menos na conta de energia se comparado com nossos vizinhos", conta.

A atenção aos fios elétricos e cabos é fundamental também para dar segurança aos imóveis. "A fiação fica longe da visão do consumidor e quando se der conta já pode ter fogo. É preciso entender que, quanto mais grosso com mais facilidade o fio vai conduzir energia. Se a pessoa tem eletrodomésticos que têm demanda maior, como máquina de lavar, fornos, ar condicionado, tem que usar fios de 4mm, no mínimo. E na dúvida, chamar um engenheiro eletricista. Puxadinho de fio é risco", alerta Bento Bezerra, presidente do Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem).

O IPEM realizou nesta quinta-feira (05.09) e sexta-feira (06.09) uma operação especial, com a participação da Delegacia do Consumidor (Decon), para fiscalizar a resistência elétrica de fios e cabos até 750v.

Bezerra ressalta que a verificação averigou se os produtos estão de acordo com a Norma NM 280, da ABNT. "Faremos ensaios dentro dos estabelecimentos comerciais para verificar se o que está sendo vendido é realmente a resistência do produto", explica.

Para esta operação, o Ipem recebeu mais dois microhmimetros, aparelho para medição de resistência elétrica. Mato Grosso é o quarto estado a realizar essa operação no Brasil e o primeiro do Centro-Oeste.

Para a empresária Helen Sílvia de Oliveira, proprietária de uma loja de materiais para construção, a fiscalização do Ipem é muito importante. "A gente só sabe realmente o que adquirimos depois que os testes são feitos, porque compramos do distribuidor lacrado e muitas vezes com o selo do Inmetro. Então, quando é feita esta verificação podemos saber qual é o melhor fabricante e ainda mantemos o bom nome da nossa loja", ressaltou.

O investigador da Polícia Civil, Clarito Nunes de Morais Júnior, disse que em caso de irregularidade, o proprietário ou gerente do estabelecimento comercial é intimado a prestar depoimento na Delegacia do Consumidor para informar sobre a procedência dos materiais e, desta forma, chegar aos fabricantes.

A fiscalização está sendo realizada em comércios de Cuiabá e Várzea Grande, ainda neste ano uma operação deverá ser realizada em Sinop. Para 2020, o Ipem planeja operações em Rondonópolis e Barra do Garças.
 
Fonte: SEDEC Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de MT

13/09/2019
09/09/2019
05/09/2019
30/08/2019
23/08/2019
19/08/2019
13/08/2019
06/08/2019
31/07/2019
31/07/2019

próximo
Acompanhe também nossas Redes Sociais:
SINDICEL - Sindicato da Indústria de Condutores Elétricos, Trefilação e Laminação de Metais Não Ferrosos do Estado de São Paulo