ÁREA DO ASSOCIADO 
×
NOTÍCIAS
05/03/2021
Por que a revolução verde no mundo depende dos preços de um metal
Usado em praticamente tudo, desde turbinas eólicas até veículos elétricos, o cobre sofre com rali nos preços que ameaça a descarbonização do planeta
O cobre é parte vital da infraestrutura verde, de redes a turbinas eólicas, e a recente alta de preços ameaça encarecer a descarbonização.

A demanda para a geração de energia renovável, armazenamento de baterias, veículos elétricos, estações de carregamento e infraestrutura de rede relacionada respondem por cerca de 20% do consumo de cobre, de acordo com o Citigroup Global Markets. Como os governos visam metas ambiciosas para zerar as emissões líquidas nas próximas décadas, isso significa mais eletricidade limpa, uma transição que provavelmente será intensiva em cobre, dada a necessidade de construção de redes orçadas em US$ 28,7 trilhões.

O cobre quase dobrou de preço em relação às mínimas registradas um ano atrás e estava perto do maior nível em nove anos no início do mês. Em meio às previsões de um novo superciclo das commodities, muitos analistas dizem que o metal, núcleo da energia verde, ainda não atingiu o topo. Mesmo depois da queda de 3,2% na quinta-feira, o preço ainda acumula alta de mais de 30% nos últimos seis meses.

Parte desse crescimento virá da necessidade de conectar novas usinas de energia renovável aos clientes. Isso ocorre porque geralmente é mais barato construir essas usinas onde os recursos do vento ou do sol são mais fortes, o que pode ser no meio do mar ou em um deserto. Mas isso exige muito mais cabeamento - usando o caro cobre - do que uma rede centralizada necessária no passado.

De acordo com as previsões da BloombergNEF, a rede elétrica global será expandida em 48 milhões de quilômetros até 2050. A extensão é suficiente para envolver a circunferência da Terra quase 1.200 vezes e equivale a dobrar a demanda por cobre para 3,6 milhões de toneladas.

“Cidades, eletrificação e cobre andam juntos”, disse Sanjeet Sanghera, analista da BNEF, em Londres. “O cobre desempenha um papel importante.”

O metal é muito usado em cabeamento subterrâneo por causa de sua condutividade, que é quase o dobro do alumínio. Isso reduz a quantidade de energia necessária para produzir eletricidade.

Ainda não está claro qual será o impacto imediato do aumento do preço do cobre nas finanças das operadoras de energia verde. A fabricante de turbinas Siemens Gamesa Renewable Energy faz hedge dos preços das matérias-primas um ano antes.
 
Fonte: Exame

06/04/2021
05/03/2021
03/03/2021
12/02/2021
18/01/2021
18/01/2021
08/01/2021
17/12/2020
01/12/2020
30/11/2020

próximo
Acompanhe também nossas Redes Sociais:
SINDICEL - Sindicato da Indústria de Condutores Elétricos, Trefilação e Laminação de Metais Não Ferrosos do Estado de São Paulo