ÁREA DO ASSOCIADO 
×
6º Workshop de Instalações - Elétrica
Sindicel fala sobre mercado ilegal de fios em evento da Abrinstal
11/09/2019

O SINDICEL participou no dia 04 de setembro, do 6° Workshop de Instalações - Elétrica promovido pela Abrinstal (Associação Brasileira pela Conformidade e Eficiência de Instalações), na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Na abertura o presidente da Associação, Jorge Chaguri, agradeceu a presença de todos e ressaltou a importância do Sindinstalação, que continua sendo um dos grandes apoiadores do Buiding Instalation Performance (BIP). "Este é mais um evento do BIP, programa de certificação de empresas instaladoras, que por muito tempo foi patrocinado pelo Sindinstalação, um dos nossos maiores apoiadores e hoje está presente no nosso Workshop com o presidente Silvio Valdissera", comentou Chaguri.

Valdissera, por sua vez, destacou o valor do evento para as empresas e associados afirmando ser um fórum adequado para a atualização das instaladoras, além de reiterar a importância do apoio das construtoras para o sucesso do projeto de qualificação.

O SINDICEL participou do primeiro painel "Mercado Ilegal de Fios e Cabos Elétricos no Brasil". O diretor Executivo, Enio Rodrigues, falou sobre produtos que não estão dentro dos padrões de segurança e que estão sendo usados nas obras. Além disso, Rodrigues explicou que, juntamente com a Qualifio, o Sindicato verifica a procedência desses materiais, concedendo certificado e oferecendo apoio técnico.

"É muito importante colocarmos o Sindicel e a Qualifio à disposição das empresas e dos instaladores para esclarecer qualquer dúvida que tenham sobre o produto elétrico que estão comprando, principalmente fios e cabos. Esta é a nossa missão aqui", explicou o diretor do Sindicato.

A Qualifio levou para o Workshop a notícia sobre o lançamento do selo Qualifio, que se tornará um grande reforço para os associados que serão avaliados pelo sistema. "As empresas associadas terão selos avaliados pelo sistema Qualifio. Este selo estará disponível para o consumidor através de QR Code, que trará toda a história do produto", explicou o Secretário Executivo da Qualifio, Maurício Sant´Ana.

Participaram dos debates, além do Diretor Executivo do Sindicel, Enio Rodrigues, Maurício Santana/Qualifio e Eduardo Daniel/Consultor do Sindicel. Um dos pontos discutidos foi a tendência do novo modelo de avaliação da conformidade de produtos que está sendo proposto pelo Inmetro e que, segundo o próprio Inmetro, estará baseado em ações setoriais como é o caso de fios e cabos elétricos, as quais incluem um monitoramento constante dos produtos no mercado, ensaios em Laboratórios acreditados, a divulgação ampla dos resultados encontrados e a atuação junto ao órgão acreditador, Certificadoras e Ministério Público para as devidas penalizações de marcas não conformes. Foram apresentados os resultados já conseguidos de autuações e recolhimento de materiais não conformes em fabricantes de São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro e outros estados.

Um pilar importante a ser implementado pelo Inmetro é a atuação em conjunto com o Ministério Público e Delegacia do Consumidor para a punição legal dos infratores, incluindo aí, além dos próprios fabricantes, as Construtoras e Instaladoras que utilizarem materiais não conformes. Tudo isso visa dar mais credibilidade ao sistema de avaliação da conformidade que poderá se basear também nos dados dos setores organizados, como é o caso da Qualifio.

SINDICEL - Sindicato da Indústria de Condutores Elétricos, Trefilação e Laminação de Metais Não Ferrosos do Estado de São Paulo