ÁREA DO ASSOCIADO 
×
NOTÍCIAS
05/01/2023
Quem vender fio de cobre furtado no ES pode receber multa milionária
Valores podem passar dos R$ 40 milhões. Informações foram publicadas no Diário Oficial do Espírito Santo; entenda como será
Agora, quem comercializar fios de cobre sem procedência comprovada no Espírito Santo pode receber multa de mais de R$ 42 milhões. Isso porque uma lei foi sancionada nesta segunda-feira (2) e publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (3). A medida pretende prevenir e combater o roubo, furto e receptação de cabos, fios metálicos, geradores, baterias, transformadores e placas metálicas.

A lei, de número 11.772, diz que qualquer pessoa que adquirir, vender, expor à venda, distribuir, armazenar, estocar, portar, transportar, revender, beneficiar, reciclar, compactar, trocar, usar como matéria-prima ou compactar o material que seja comprovadamente produto de crime ou que não tenha procedência lícita comprovada fica sujeita às penalidades.

Quem desrespeitar a lei pode ter o registro da empresa cancelado e ser impedido de registrar um novo estabelecimento do ramo por um período mínimo de cinco anos em território estadual. Além disso, a pessoa e seus sócios podem receber a multa, que varia de acordo com a gravidade da infração.

Segundo publicado no Diário Oficial, a multa é de 10 mil vezes a 10 milhões de vezes o Valor de Referência do Tesouro Estadual (VRTE). Como em 2023 o VRTE do Estado está em R$ 4,2961, a multa fica entre R$ 42.961 e R$ 42.961.000.

Nota fiscal

Ainda de acordo com a lei, quem atua na comercialização dos cabos deverá emitir nota fiscal e manter livro próprio para registro de todas as operações, além de cadastrar e registrar suas atividades junto à Polícia Civil.

Conforme o publicado no Diário Oficial, "O Poder Executivo fica autorizado a firmar convênios com os municípios, por meio dos órgãos das Polícias Civil e Militar do Estado, empresas públicas e privadas, permissionárias e concessionárias de serviço público, para consecução dos objetivos estabelecidos nesta lei.". Ela entra em vigor após 45 dias da publicação.
 
Fonte: A Gazeta

Outras Notícias
13/06/2024
12/06/2024
10/06/2024
08/04/2024
19/03/2024
11/03/2024
19/02/2024
09/02/2024
- Matérias de interesse do setor, publicadas nas mídias impressas e internet.
Início Anterior  |  Próximo Fim
1 2 3 4 5

Acompanhe as notícias também
em nossas Redes Sociais:

Sindicel - Sindicato da Indústria de Condutores Elétricos, Trefilação e Laminação de Metais Não Ferrosos do Estado de São Paulo

Av. Paulista, 1313 - Conj. 803 - Bela Vista
São Paulo/SP - CEP 01311-923
 
PABX +55 11 3846-4828
  WhatsApp Business
Desenvolvimento: 
Todos os direitos reservados 2024 ©