ÁREA DO ASSOCIADO 
×
NOTÍCIAS
19/03/2024
PotencializEE e SENAI oferecem apoio técnico e financeiro para PMEs implementarem projetos de eficiência energética
A indústria Salete, localizada em Cajamar (SP), identificou uma grande oportunidade de redução de custos e de impacto ambiental por meio de um projeto de eficiência energética, apoiado pelo Programa PotencializEE. Este projeto prevê uma economia anual de R$ 1 milhão e uma diminuição na emissão de cerca de 13.500 tCO₂eq (toneladas de carbono equivalente).

Entre as iniciativas chave, estão a instalação de bombas de calor para o aquecimento da água utilizada nos processos industriais e a utilização de biogás gerado na estação de tratamento de efluentes da própria indústria. Essas medidas resultam em uma redução de 60% no consumo total de combustíveis fósseis na planta, gerando uma economia anual de R$ 600.000,00. O payback do investimento é projetado para ser alcançado em 35 meses.

Já na Indústria Técnica de Borrachas (ITEB), uma fábrica de pequeno porte de São Bernardo do Campo (SP), a implementação de medidas para reduzir o consumo de energia pode resultar em uma economia de R$ 115.632,00 e na redução da emissão de 403,18 tCO?eq. O projeto prevê retrofit das caldeiras que estavam dobrando o valor da conta de energia e substituição de compressores de ar. Com payback de 24 meses.

Assim como Salete e a ITEB, todas as pequenas e médias indústrias do estado de São Paulo podem alcançar uma economia de energia de aproximadamente 34% e reduzir significativamente suas emissões de carbono, por meio de ações estratégicas que visam potencializar a eficiência energética. Por meio do Programa PotencializEE, as pequenas e médias indústrias de São Paulo podem contar com apoio técnico, subsídio de 60% para realizar o diagnóstico energético, crédito acessível e financiamento de até 80% do custo da implementação de um projeto de eficiência energética. A inscrição é gratuita e pode ser feita aqui.

O Programa PotencializEE é liderado pelo Ministério de Minas e Energia (MME), com coordenação da Agência Alemã de Cooperação Internacional (GIZ) e operacionalizado pelo SENAI-SP. A iniciativa visa apoiar PMEs industriais do estado de São Paulo a ganhar competitividade, por meio de ações estratégicas de eficiência energética que permitem gerar economia financeira e redução de emissões de gases de efeito estufa, melhorando indicadores de sustentabilidade, cada vez mais exigidos por grandes empresas do mercado, das quais, muitas vezes, as PMEs são fornecedoras.

Também é parceiro o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC). No setor da indústria, apoiam o programa: a FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), a ABESCO (Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia), e o Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica). Entre os parceiros financeiros estão: Desenvolve SP (Banco do Estado de São Paulo) e o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), entre outros bancos privados.

Como funciona o Programa PotencializEE

Em linhas gerais, o programa acontece em 6 etapas:

1. Inscrição via internet: Podem se inscrever no PotencializEE indústrias de qualquer setor, desde que tenham até 499 colaboradores e estejam situadas no estado de São Paulo;

2. Pré-diagnóstico gratuito: Profissionais do SENAI-SP fazem uma visita na indústria para conhecer seus processos produtivos, os combustíveis utilizados e identificar as primeiras oportunidades de economia de energia. Na ocasião, os empresários recebem informações sobre o programa necessárias para a tomada de decisão.

3. Diagnóstico e elaboração do projeto: Nessa etapa, que é realizada em um prazo de 4 meses, o SENAI-SP faz um levantamento detalhado das ações de eficiência energética necessárias para redução do consumo de energia e de emissões de gases do efeito estufa. Em seguida, elabora um projeto de implementação. O PotencializEE subsidia 60% do custo total do diagnóstico e da elaboração do projeto.

4. Acesso a investimentos e linhas de crédito: Nesse momento, o PotencializEE oferece apoio técnico para o empresário acessar financiamentos e linhas de crédito com exigências e garantia reduzida. O Desenvolve SP pode financiar até 80% da implementação do projeto.

5. Implementação do Projeto: Por fim, o PotencializEE oferece suporte técnico para contratação e compra de tecnologias, para instalações e substituição de equipamentos, logística reversa para destinação ambientalmente adequada dos maquinários substituídos e implementação de sistema de M&V (medição e verificação da economia de energia).

Saiba mais

Website: www.programa-potencialize.com.br
Newsletter: www.programa-potencializee.com.br
Instagram: www.instagram.com/programa_potencializee/
LinkedIn: www.linkedin.com/showcase/programa-potencializee/
YouTube: www.youtube.com/channel/UCUDrvnsxOXUCPAsDpT3wFXg
Spotify: www.open.spotify.com/user/313t4w2gwyiwbdrbg33udapjicg4
 
Fonte: PotencializEE

Outras Notícias
16/07/2024
03/07/2024
13/06/2024
12/06/2024
10/06/2024
08/04/2024
19/03/2024
11/03/2024
- Matérias de interesse do setor, publicadas nas mídias impressas e internet.
Início Anterior  |  Próximo Fim
1 2 3 4 5

Acompanhe as notícias também
em nossas Redes Sociais:

Sindicel - Sindicato da Indústria de Condutores Elétricos, Trefilação e Laminação de Metais Não Ferrosos do Estado de São Paulo

Av. Paulista, 1313 - Conj. 803 - Bela Vista
São Paulo/SP - CEP 01311-923
 
PABX +55 11 3846-4828
  WhatsApp Business
Desenvolvimento: 
Todos os direitos reservados 2024 ©